Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2006
Zeca Afonso deixou-nos há 19 anos...

Zeca 06.jpg



A 23 de Fevereiro de 1987, em pleno inverno mas no outono da vida, morreu Zeca Afonso.

Num leito anónimo do Hospital de Setúbal, pelas 3 horas da madrugada, morreu o cantor, morreu o amigo, morreu o companheiro, morreu o Zeca.

Relembrar o Zeca hoje é mais que tudo isto. É, sobretudo, lembrar as suas últimas palavras: "Não posso parar".

Por isso empunhamos a tua bandeira porque a luta continua, serena e firme, contigo bem vivo junto de nós, Zeca Afonso.

O teu espírito de luta e de solidariedade, a tua responsabilidade e carinho de pai, está patente na carta que escreveste à tua filha Joana, de Caxias onde estavas preso, naquele dia 13 de Maio de 1973:


"Querida Joana:

Como sabes eu estou preso mas também não sou um homem mau. Viste como foi.
Não sejas rabujenta e ajuda o Pedro. Se ele estiver birrento lembra-te que ainda é um bébé e tu mais crescida que ele.
O que eu não gosto é que sejas egoista porque é muito feio. Se algumas das tuas amigas querem tudo para elas deixa lá. Elas fazem mal mas tu não. Explica-lhes que não devem ser egoistas.
Tem cuidado com os sugos e outras porcarias iguais porque podes ficar sem dentes. Depois, mesmo que os queiras ter já ninguém te os pode pôr. Ficas como os velhinhos. Alguns deles tinham a mania de comer guloseimas, gelados e caramelos. E também chocolates.
Eu lembro-me muito de ti e do Pedro.

Muitos beijinhos do

Zeca Pai "



(Esta carta do Zeca foi lida no seu tom de voz peculiar pelo amigo Zé Silva, na última noite de Poesia no Flor de Infesta - obrigado, Zé, por me teres autorizado a publicá-la.)



Zeca Afonso morreu na madrugada do dia 23 de Fevereiro de 1987.

Para o seu funeral deixou apenas dois desejos:

- que a urna fosse coberta com um pano vermelho sem insígnias, símbolo da luta unitária a que dedicou toda a sua vida;

- que ninguém vestisse de luto.


O enterro, no dia seguinte, converteu-se numa impressionante manifestação popular.



José Gomes

-----------------

"Canção de embalar"
Canta ---- José Afonso
------------------------

 

 


publicado por zeca maneca às 03:00
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De anónimo a 2 de Março de 2006 às 17:53
o zeca...
engracado, agora passo ferias c a joaninha e c a zelia num dos sitios mais paradisiacos d mundo.
um abraco, we all miss him..Catharina
(http://saltwaterthoughts.blogspot.com)
(mailto:)


De anónimo a 1 de Março de 2006 às 18:32
Quero agradecer os comentários e as visitas que efectuaram, nestes dias em que lembramos Zeca Afonso, através da sua música, da sua voz e da sua vivência.
É um Homem que nunca deveremos deixar cair no esquecimento.josé gomes
(http://chuviscos.blogspot.com/, http:/movimentum2.blogs.sapo.pt/)
(mailto:saturnogomes@netcabo.pt)


De anónimo a 23 de Fevereiro de 2006 às 16:21
Tal como comentei no Chuviscos a propósito do António Gedeão, é muito gratificante sabermos, que tu e mais um punhado de Homens e Mulheres, não se renderam, nem baixaram os braços.

Zeca Afonso estará sempre entre aqueles/as que não abandonaram a Luta.

Um grande Abraço.
Fernando Bizarro
(http://lusomerlin.blogspot.com)
(mailto:ftcb@netcabo.pt)


De anónimo a 23 de Fevereiro de 2006 às 13:28
Olá Zé,
Gostei imenso do que fizeste. Parabéns.
Um beijo enorme da
Maria MamedeMaria Mamede
(http://noceuenaterra.blogspot.com)
(mailto:maria.mamede@hotmail.com)


De anónimo a 23 de Fevereiro de 2006 às 12:51
no dia 23 de Fev. de 1987 O Zeca não parytiu. Transmutou-se. Vive no ar e na água k respiramos e bebemos. smp. Bjs e;)TMara
(http://estranhosdias.blogspot.com/)
(mailto:Tostimara@gmail.com)


De anónimo a 23 de Fevereiro de 2006 às 12:45
Zeca foi e é Único! beijoswind
(http://wind9.blogspot.com)
(mailto:sagit_126@hotmail.com)


De anónimo a 23 de Fevereiro de 2006 às 12:25
Parece que o problema dos "comentários" já está resolvido.
Tentem, por favor, de novo.josé gomes
(http://chuviscos.blogspot.com/, http:/movimentum2.blogs.sapo.pt/)
(mailto:saturnogomes@netcabo.pt)


De anónimo a 23 de Fevereiro de 2006 às 09:47
Zeca Afonso é inesquecível. Já lhe prestei a minha homenagem também. NOKINHAS
</a>
(mailto:nokinhas@gmail.com)


Comentar o post

Lembrete

Uma noite com... Che

Sábado, 13 Outubro 07
21,30 horas
Anfiteatro do GDM Flor de Infesta
Rua Padre Costa, 118
4465 S. Mamede Infesta

sobre movimentum
A minha música
movimentuns recentes

Encerramento deste blog!

NOITES DE POESIA EM VERMO...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

"UMA NOITE COM... CHE GUE...

Para que a história os nã...

Noites de Poesia em Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

Notícias Científicas da N...

Noticias Científicas da N...

Noticias Científicas da N...

Sonho de uma Noite de Ver...

Noites de Poesia em Vermo...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

Estranhos no Paraiso

António Feijó

O nascimento de um Panda

Limpar o Almorode - a rep...

Limpar o Almorode - Divul...

Noites de Poesia em Vermo...

Vamos lembrar estas inici...

AVISO

Noites de Poesia em Vermo...

Auschwitz

Dançando com... as luzes!

Maio de 1968

Noites de Poesia em Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

1º de MAIO - o dia do Tra...

Noites de Poesia em Vermo...

25 de Abril, sempre! - 3

25 de Abril, sempre! - 2

25 de Abril, sempre! - 1

Parabéns, Noites de Poesi...

Noites de Poesia em Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

"DezSete" - Lançamento na...

Convite para DezSete

A reportagem de "Lume" em...

"Lume" de M. Mamede, apre...

Um abraço, professor...

Noites de Poesia de Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

Zeca Afonso - o Homem que...

ZECA AFONSO - Crónica de ...

Zeca Afonso - o Homem que...

NÓS E O AMBIENTE...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

NOITE DE POESIA DE VERMOI...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

João de Deus

movimentuns arquivados
Links
  • A.Filoxera
  • AiShiteNight
  • A Serra - Tatamailau
  • – Amita BrePrt
  • Amorizade - Jacky
  • Ana
  • Andorinha Negra
  • Carlos Beeez
  • C. Valente - Fotos
  • Chuviscos
  • Ex-Improviso - Leonor
  • Fátima P. (Ilhas...)
  • Fernando Peixoto
  • José Faria
  • Júlia Coutinho
  • Junta Freguesia Vermoim
  • LMatta
  • Lena d'Água
  • Leonor Costa (Nokinhas)
  • Lique – Mulher30a60
  • Lique - Novo
  • Lumife – Alvito
  • Lumife – Beja
  • Lumife – Saber…
  • MMarota MG
  • Menina Marota
  • Maria
  • Margarida - Saltap.
  • Maria Mamede (De Amor e de Terra)
  • Maria Mamede (Se não houvesse fronteiras)
  • Maria Mamede (Xangrilah)
  • Momentos e… Com. Ludovicus Rex
  • Movimentum 2
  • O Outro Lado da Lua
  • Pantanero (Machado)
  • Paula Raposo – páginas
  • Paula Raposo – Romãs
  • Pimentinha
  • Pimentinha Fotog.
  • Poesia Portuguesa - MMarota
  • Praia da Claridade
  • Repensando – Seila
  • Samuel
  • Sandra Daniela
  • Sophiamar (Isabel)
  • TMara
  • TMara2
  • Tatamailau – A. Serra
  • Turismo da Maia
  • Wind
  • Wind – Imagens
  • Zeca Telhado (Nau Catrineta)
  • Zia (fotografia)
  • Zia (página)
  • Zia (“AiShiteNight” em inglês)
    pesquise neste blog
     
    Outubro 2007
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    10
    11
    12
    13

    14
    15
    16
    17
    18
    19
    20

    21
    22
    23
    24
    25
    26
    27

    28
    29
    30
    31


    RSS