Quinta-feira, 27 de Julho de 2006
Mas que grande desilusão...

 

                        
               Fim aos massacres no Líbano e na Palestina


Ontem, dia 26, estavam marcadas Concentrações em Lisboa e no Porto em defesa da Paz  no Líbano e na Palestina. Esta guerra já dura há tempo demais e o seu cortejo de dor, destruição e de morte já é mais que suficiente para envergonhar toda a Humanidade.

Esperava ontem ver a Praça da Batalha a abarrotar pelas costuras...


- Onde estavam os jovens?
- Onde estavam os adolescentes?
- Onde estavam os jovens adultos?
- Onde estava a maioria do pessoal da minha geração?

Pouco mais de uma centena de pessoas, na sua maioria já grisalhos pela dureza do tempo já passado e pelas lutas que travaram, esses estavam presentes! ... A polícia e os jornalistas do costume, também...

E lembrei-me de Bertold Brecht:

Primeiro levaram os negros...
Mas não me importei com isso
Eu não era negro.


Em seguida levaram alguns operários...
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário.


Depois prenderam os miseráveis...
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável.


Depois agarraram uns desempregados...
Mas como tenho o meu emprego
Também não me importei.


Agora estão a levar-me...
Mas já é tarde!
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.



sentimento: PIOR QUE ESTRAGADO!!!
música: "Cantata da Paz" - Francisco Fanhais

publicado por zeca maneca às 16:50
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De ognid a 27 de Julho de 2006 às 18:08
Olá Zé. Bom post, assim como os anteriores. Impressionante o dos "presentes" das crianças israelitas. Vou-te roubar o poema do Brecht porque se adapta na perfeição ao que se passa um pouco por todo o lado e vou postar umas fotos (não minhas que não pude ir) da concentração de ontem em Lisboa. Abraço.


De soaresesilva a 27 de Julho de 2006 às 22:28
Manifestações agora? Só se for na praia...Em férias ninguém quer saber dos que sofrem!


De wind a 28 de Julho de 2006 às 01:49
Manifestar para quê? Pensarão muitos.
Por isso não vão, acomodam-se.
Beijos


De TMara a 28 de Julho de 2006 às 09:30
eu não estive lá, mas estava como hoje, com aneta e outra amiga, a cuidá-las.No fundo todos temos uma razão (+ ou menos real). Mas não esqueças o Iraque. Lá aguerra tmb está bem assanhada e instalada.
bj


De aderito a 28 de Julho de 2006 às 16:35
Tens razão, Zé Gomes, de facto para o momento que o mundo atravessa, em muitos aspectos, era necessário que muitos milhares de pessoas de mobilizassem, eu estive lá e até me arrepio quando vejo tão pouca gente, mas não foram só os jovens que não foram.


De anónimo a 29 de Julho de 2006 às 00:29
Temos outros angulos para olhar esta guerra que não seja a dopacifista estupido.A guerra não é contra o Libano mas contra uma organização terrorista chamada HEZBOLAH e que impunemente se instalou no Líbano para destabilizar a região.Agora contemos que no futuro se Israel for derrotada será a vez do ocidente na sua generalidade que irá enfentrar a ira de Alah visto ser uma região onde a imoralidade e a permissividade sexual é contra as leis do Corão. Como sempre fomos uma civilização de cobardes que ja quando estavamos a ser massacrados por Hitler ficamos falando em conversações enquanto ele foi invadindo a Polonia a Checoslováquia e até a França enquanto nós falavamos de paz e conversações porque somos uns "cagões" sem "tomates" que pensamos resolver tudo com músicas e hinos como o que se ouve nesta merda de blog que é certamente feito por gente que tudo o que sabe é por-se de cócoras perante o enimigo.


De zeca maneca a 29 de Julho de 2006 às 10:07
Sim, comentarista ANÓNIMO, cada "olhar" tem as suas "justificações"!!!... (sempre justificável para quem o tem).
O que é injustificável, nestas circunstâncias, é o ANONIMATO que é uma forma de cobardia.
Cada um é livre (ou deveria ser) de ter a sua opinião.
Independentemente das razões de cada um, a verdade é que a guerra, seja ela qual for, destrói o que de melhor tem a humanidade, as CRIANÇAS.
Por acaso reparou na instrumentalização que fazem das crianças israelitas quando assinam ou deixam mensagens nas bombas que irão matar e/ou estropiar outras crianças?!!!!
Que mundo este que cultiva a guerra e a destruição do homem pelo homem.


Deixa-me terminar que não aceito nem me reconheço nas suas insinuações torpes e muito menos na linguagem baixa com que terminou o seu comentário.

José Gomes


De M.F. a 31 de Julho de 2006 às 16:56
Os corações endureceram e as almas vivas já não são
alvas e livres como as aves.
As mãos quedaram-se desacreditadas na fé que une e faz valer a força.
Quando os lideres são demónios, não há fé que salve,
corpo que resista, discernimento que nos valha!
Defenda-nos pelo menos a consciência dos erros, já que me entendo ainda entre os que sabem amar, mas se sentem de todo incapazes de vencer a inércia que vitima a humanidade...


Comentar o post

Lembrete

Uma noite com... Che

Sábado, 13 Outubro 07
21,30 horas
Anfiteatro do GDM Flor de Infesta
Rua Padre Costa, 118
4465 S. Mamede Infesta

sobre movimentum
A minha música
movimentuns recentes

Encerramento deste blog!

NOITES DE POESIA EM VERMO...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

"UMA NOITE COM... CHE GUE...

Para que a história os nã...

Noites de Poesia em Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

Notícias Científicas da N...

Noticias Científicas da N...

Noticias Científicas da N...

Sonho de uma Noite de Ver...

Noites de Poesia em Vermo...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

Estranhos no Paraiso

António Feijó

O nascimento de um Panda

Limpar o Almorode - a rep...

Limpar o Almorode - Divul...

Noites de Poesia em Vermo...

Vamos lembrar estas inici...

AVISO

Noites de Poesia em Vermo...

Auschwitz

Dançando com... as luzes!

Maio de 1968

Noites de Poesia em Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

1º de MAIO - o dia do Tra...

Noites de Poesia em Vermo...

25 de Abril, sempre! - 3

25 de Abril, sempre! - 2

25 de Abril, sempre! - 1

Parabéns, Noites de Poesi...

Noites de Poesia em Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

"DezSete" - Lançamento na...

Convite para DezSete

A reportagem de "Lume" em...

"Lume" de M. Mamede, apre...

Um abraço, professor...

Noites de Poesia de Vermo...

Noites de Poesia em Vermo...

Zeca Afonso - o Homem que...

ZECA AFONSO - Crónica de ...

Zeca Afonso - o Homem que...

NÓS E O AMBIENTE...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

NOITE DE POESIA DE VERMOI...

NOITES DE POESIA EM VERMO...

João de Deus

movimentuns arquivados
Links
  • A.Filoxera
  • AiShiteNight
  • A Serra - Tatamailau
  • – Amita BrePrt
  • Amorizade - Jacky
  • Ana
  • Andorinha Negra
  • Carlos Beeez
  • C. Valente - Fotos
  • Chuviscos
  • Ex-Improviso - Leonor
  • Fátima P. (Ilhas...)
  • Fernando Peixoto
  • José Faria
  • Júlia Coutinho
  • Junta Freguesia Vermoim
  • LMatta
  • Lena d'Água
  • Leonor Costa (Nokinhas)
  • Lique – Mulher30a60
  • Lique - Novo
  • Lumife – Alvito
  • Lumife – Beja
  • Lumife – Saber…
  • MMarota MG
  • Menina Marota
  • Maria
  • Margarida - Saltap.
  • Maria Mamede (De Amor e de Terra)
  • Maria Mamede (Se não houvesse fronteiras)
  • Maria Mamede (Xangrilah)
  • Momentos e… Com. Ludovicus Rex
  • Movimentum 2
  • O Outro Lado da Lua
  • Pantanero (Machado)
  • Paula Raposo – páginas
  • Paula Raposo – Romãs
  • Pimentinha
  • Pimentinha Fotog.
  • Poesia Portuguesa - MMarota
  • Praia da Claridade
  • Repensando – Seila
  • Samuel
  • Sandra Daniela
  • Sophiamar (Isabel)
  • TMara
  • TMara2
  • Tatamailau – A. Serra
  • Turismo da Maia
  • Wind
  • Wind – Imagens
  • Zeca Telhado (Nau Catrineta)
  • Zia (fotografia)
  • Zia (página)
  • Zia (“AiShiteNight” em inglês)
    pesquise neste blog
     
    Outubro 2007
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    10
    11
    12
    13

    14
    15
    16
    17
    18
    19
    20

    21
    22
    23
    24
    25
    26
    27

    28
    29
    30
    31


    RSS