Segunda-feira, 19 de Março de 2007
A reportagem de "Lume" em Vermoim...




“LUME”
(Deixe-se queimar…)

Sessão de apresentação, no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Vermoim, do último livro de poesia de Maria Mamede: “Lume”.

 

Finalmente, consegui ver esta Sessão do lado de lá da mesa. Mas tirar apontamentos ao mesmo tempo que fotografava e fazia apontamentos de vídeo, tinha que dar para o torto: nem uns nem outros ficaram com a qualidade que a cerimónia exigia!

 

A mesa foi formada pela Maria Mamede (autora), ladeada pela Dra. Liliana Pereira (pela editora) e pelo Dr. Aloísio Nogueira (presidente da Junta de Freguesia de Vermoim).

 

Como “mestre-de-cerimónias” tivemos o Dr. Rui Rodrigues que nos leu a mensagem escrita do Eng. Bragança Fernandes, presidente da Câmara da Maia, dirigida à autora e aos presentes, conduzindo a Noite de uma forma segura e com muito ritmo.

 

A Dra. Liliana Pereira, em nome da Papiro Editora, fez o elogio da obra e da autora.

 

O Dr. Aloísio Nogueira, na sua intervenção, salientou a figura da poeta, do trabalho desta durante estes oito anos em que esteve à frente das Noites de Poesia de Vermoim e como foi aprendendo a gostar da obra da Maria Mamede... de tal maneira, que até já vai aparecendo pelas Sessões de Poesia e, contagiado pelo ambiente, até já diz poesia!... Referiu, ainda, o carinho que a Junta dedica a estas actividades culturais, precursoras do “Vento do Norte” que deve, de novo, voltar a soprar para acordar consciências adormecidas.

 

Maria Mamede agradeceu não só as palavras dirigidas a si e à sua obra, como todo o apoio e carinho que os seus amigos, admiradores e poetas em geral lhe têm dirigido.

 

A Junta de Freguesia, pela voz do Dr. Rui Rodrigues, apresentou a surpresa que preparou para esta ocasião: o jovem quarteto da Filarmonia de Vermoim (que tem acompanhado as Noites de Poesia) e que nos brindou com um trecho de música interpretada por instrumentos de sopro.

Seguiu-se a interpretação de um “sketch” pela Oficina de Teatro de Vermoim que teatralizou alguns poemas do livro lançado esta noite.

 

Os “Sons do Vento” (Ivone e Bruno) interpretaram como só eles sabem (magnífico! ouvi dizer nas minhas costas...) “Vento do Norte”, poema de Maria Mamede e musicado por eles.

 

Antes da habitual sessão de autógrafos, Maria Mamede leu-nos alguns poemas deste seu último livro.

 

Deixo-vos com algumas fotos e um vídeo da interpretação da Oficina de Teatro de Vermoim.

 



Maria Mamede na sessão de autógrafos do seu livro...




A Oficina de Teatro de Vermoim dedicou esta encenação de "Lume" à Maria Mamede...



Maria Mamede a declamar um poema do seu livro "Lume"...


José Gomes


Ai que me esquecia...

As fotos e os vídeos são da autoria da Milú... quero agradecer à Sónia o trabalho que teve na montagem destes.




sentimento: ... bem, obrigado!
música: Não há....

publicado por zeca maneca às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

sobre movimentum
movimentuns recentes

A reportagem de "Lume" em...

movimentuns arquivados
pesquise neste blog
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


RSS