Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007
NOITES DE POESIA EM VERMOIM...




Noites de Poesia em Vermoim…

(a reportagem)

 

No passado sábado, dia 3 de Fevereiro, realizou-se no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Vermoim, a habitual Noite de Poesia.

 

O tema proposto foi “Se não houvesse fronteiras” e, apesar do espectáculo marcado para o 2º Festival Gastronómico de Vermoim “Há Porco no Parque” (Música Popular Portuguesa) o Salão Nobre encheu e foram muitas e boas as intervenções poéticas dos presentes.

 

Devido a doença súbita da Maria Mamede que a obrigou, à última hora, a ficar em casa, lá tive eu de chamar a mim a tarefa de coordenar a Noite de Poesia. Tarefa que foi facilitada pela compreensão e colaboração de todos os presente e a ajuda preciosa da Milú que, mesmo na Mesa, não deixou de fazer a sua reportagem fotográfica.

 

Depois de ter agradecido publicamente as mensagens, o apoio e o carinho que me dedicaram na partida do meu pai, salientando a atitude que muito me sensibilizou por parte do Executivo desta Junta, intervieram os poetas que se inscreveram no Tema e no Tema Livre.

 

Os “Sons do Vento”, nas vozes da Ivone e do Bruno, interpretaram musicas daqueles cantores que nos são queridos.

 


No tema “Se não houvesse fronteiras”, além de outros, destaco o poema da autoria da jovem Bruna Carneiro, declamado pela própria:

 



Se não houvesse fronteiras

 

Se não houvesse fronteiras

Era tudo diferente

Os países misturavam-se

As pessoas perdiam-se

 

Se não houvesse fronteiras

As crianças faziam o que queriam

Os pais não tinham opção

Nem sim, nem não

 

Se não houvesse fronteiras

As pessoas diziam o que pensavam

Sem preocupação

 

Se não houvesse fronteiras

Não existiam doenças

Nem hospitais

 

Se não houvesse fronteiras

Os animais iam comigo para a escola

As galinhas tocavam instrumentos musicais

 

Bruna Carvalho Carneiro

 

 

 

Na “Poesia na Net” foram lidos os poemas enviados por João Diogo (Brasil) e Isabel Cruz (Lisboa)

 

Dos poemas e outros textos lidos no Tema Livre e que foram entregues à Mesa, saliento, por invocar a memória de Zeca Afonso, o texto poético que será transcrito no Blog Movimentum (http://movimentum.blogs.sapo.pt/) no próximo dia 23 de Fevereiro, 20º aniversário da partida deste cantor, compositor, músico, antifascista e poeta a quem este país muito ficou a dever.

 

Para terminar quero agradecer à Bruna, em meu nome, no da Milú, da Maria Mamede e do Mário Jorge os desenhos que nos fizeste durante a Sessão e que demonstram bem o teu espírito de observação e um traço muito especial, apesar dos teus 9 anos de idade.

 

Ferreira da Costa, depois da sua última actuação, convidou todos os presentes para o lançamento do seu livro “Sulcos de Vida” a ser lançado no próximo dia 16 de Fevereiro, pelas 21,30 horas, no Auditório Municipal de Gondomar.

O convite segue mais abaixo…

 

 

 

A próxima Noite de Poesia em Vermoim será no dia 3 de Março e tem como tema “Meu amor, não venhas tarde”.

 

 

Para quem quiser recordar “Maio, Maduro Maio”, uma das canções mais lindas do Zeca, mas desta vez na voz da Ivone Delgado, é só clicar na seta do vídeo abaixo.

 


JG

 


sentimento: com a língua de fora!!!
música: Maio, Maduro Maio, pelos "Sons do Vento"

publicado por zeca maneca às 17:54
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

sobre movimentum
movimentuns recentes

NOITES DE POESIA EM VERMO...

movimentuns arquivados
pesquise neste blog
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


RSS